20 de ago de 2010

FARTURA E MIGALHAS

O "pau tá quebrando" em Tarauacá entre os cabos eleitorais de Walter Prado e Moisés Diniz.

O motivo, como todos sabem, mas não dizem, é grana, dinheiro.

Prado exerce na informalidade o papel de vice líder do governo e se sente desvalorizado.

A chuva de dinheiro público no roçado da outra turma do outro é causa uma verdadeira alagação.

Nos últimos oito meses o governo repassou para Raimundo Nonato Aciolly Gomes, comandante do primeiro pelotão comunista em Tarauacá, a importância de 210 mil reais, em três parcelas de 10 mil e uma de 180 mil reais.

Walter se diz alimentado com migalhas.

Leia aqui o blog de Raimundo Acioly.

Clique AQUI para ver a matéria original e ver os documentos no blog do Luiz Calixto