31 de mai de 2010

AS PERNAS DA MENTIRA SÃO CURTAS

Escrito por Luiz Calixto 30 de Maio de 2010

Em ritmo acelerado a fama que o PT fez Brasil à fora sobre o uso sustentável da floresta está se desmanchando.

Depois de uma década sendo utilizados como justificativa para contratação de empréstimos junto a oganismos financeiros nacionais e internacionais, os indicadores socioeconômicos aferidos nos povos da floresta são iguais ou piores se comparados àqueles que os atuais gestores encontraram ao assumirem o poder.

A incompetência, a arrogância e a corrupção são os principais obstáculos que impediram a adoção de políticas públicas sérias e integradas cujo resultado fosse a melhoria da qualidade de vida daqueles que às duras penas ainda resistem na zona rural.

Um exemplo destes pode ser visto na foto da usina construída para o processamento de óleo de andiroba, inaugurada sob a promessa de gerar emprego e renda a partir da utilização racional desse valorizado produto florestal.

Sem nunca ter funcionado, a usina está se acabando pelo abandono.