21 de fev de 2011

Quase metade da população do Acre vive abaixo da linha da miséria, segundo MDS

AC 24 HS O ministério do Desenvolvimento Social- MDS divulgou na manhã desta sexta-feira, 18, um balanço do atendimento no programa Bolsa Família no país e trás um dado nada animador para o Acre.

O estado conta hoje, segundo último Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística- IBGE, com 185. 759 domicílios e desses; 58.587 moram pessoas que estão abaixo da linha da pobreza e vivendo na mais absoluta miséria.

Todas essas famílias no Acre, tem renda mensal por integrante igual ou inferior a  R$ 140. Para suprir o impacto dessa desigualdade econômica e social no estado, o MDS deposita entre R$ 22 a R$ 200 em conta dos programas sociais do governo.

Proporcionalmente na Região Norte em número de habitantes por estado, as famílias acreanas são as que mais precisam da ajuda do governo federal para pôr um prato de comida na mesa.

Veja a tabela aqui