28 de fev de 2011

ESTÁ EXPLICADO OS CORTES NO ORÇAMENTO

Lula deixa para Dilma R$ 57,1 bi de restos a pagar

Esse é apenas um primeiro retrato do saldo das contas públicas deixado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva


Dilma recebeu de Lula uma conta de R$ 57,1 bi para pagar

Brasília - A presidente Dilma Rousseff herdou um volume recorde de contas a pagar do antecessor, que até aqui só recebeu elogios. As contas pendentes de pagamento só em investimentos somam R$ 57,1 bilhões de acordo com um primeiro retrato do saldo das contas públicas deixado no último dia de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Leia Mais

O saldo dos chamados “restos a pagar” representa um constrangimento para os gastos do primeiro ano de mandato de Dilma e deverá obrigar a equipe econômica a aumentar o tamanho dos cortes. O governo terá de optar entre quitar contas antigas ou pagar novas despesas autorizadas pelo Orçamento de 2011.

A alternativa será cancelar gastos contratados por Lula, mas isso não correrá por ora. O maior volume de contas pendentes de pagamentos está concentrado nos ministérios dos Transportes e das Cidades, tradicionalmente os que mais investem, seguidos pelos ministérios da Saúde, da Integração Nacional e da Educação.

Isoladamente, o programa de governo com mais contas pendentes é o de serviços urbanos de água e esgoto. Só as contas a pagar em investimentos representam mais de uma vez e meia o custo estimado do trem-bala entre Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro e supera quatro vezes a previsão de gastos do programa Bolsa Família em 2011. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


EXAME.COM