21 de set de 2011

PRESENTE DE ANIVERSÁRIO


Escrito por Luiz Calixto | 20 Setembro 2011

Indignado com as perseguições e ameaças  que vem sofrendo do PT, o senador Sergio Petecão usou a tribuna do Senado Federal para lavar a alma e tornar público as ameaças.
Em aparte ao discurso do senador Petecão, Jorge Viana visivelmente descontrolado e transtornado saiu em defesa do irmão Tião Viana.
Hoje, 20, dia do seu aniversário foi o pior presente que Jorge poderia ter recebido.
Leia a matéria da Folha.com

 Senador acusa governador do Acre de perseguição e pede proteção

Publicidade

MÁRCIO FALCÃO
DE BRASÍLIA
Em discurso na tribuna do Senado, o senador Sérgio Petecão (PMN-AC) acusou o governador do Acre Tião Viana (PT) de perseguição e pediu proteção policial para ele e sua família. Ele afirmou ainda que o petista controla 99% da mídia do Estado.
Irmão do governador, o senador Jorge Viana (PT-AC) saiu em defesa e negou qualquer excesso por parte do petista.
Segundo Petecão, Viana trata adversários políticos como inimigos. "O senhor Tião Viana procura intimidar seus adversários políticos, que os vê como seus inimigos pessoais. Democracia não é isso, ele não tem sabido aceitar crítica aos seu governo."
E completou: "O que acontecer comigo e minha família é de inteira responsabilidade das pessoas que estão à frente do meu Estado".
Ele afirmou que tem sido ofendido pelo governador em redes sociais. Segundo Petecão, o governador mandou recolher todos os exemplares de uma revista semanal que mostrava irregularidades cometidas pelo petista.
"Covarde é quem contrata jornalista e blogueiro para espalhar boato sobre a honra das pessoas."
Jorge Viana disse que Petecão estava se fazendo de vítima, com agressões e mentiras. "Tem pessoas que estão se fazendo de vítima, tentando chamar a atenção para talvez esconder os seus interesses."
O senador petista disse ainda que "o clímax ruim que tem no Acre" é provocado por adversários políticos que não aceitaram perder espaço. "[O mal-estar é] Um grupo de políticos que já enganou muita gente, povo simples, e se beneficiam da pobreza para subir."
Ele também afirmou que estão "inventando situações para levar o Acre pra trás".